JL lança “Incólume” dia 8 de julho em show no Teatro do SESC

Quarto álbum do rapper caxiense conta com parceria de músicos nacionais

capa JL

                O boom bap e o trap, estilos do rap, mesclam-se no novo disco do rapper caxiense João Luiz Debastiani, o JL. Incólume é o quarto álbum lançado pelo músico e significa “sair ileso”, termo que representa a história do rap na vida de JL, que encontrou na música um caminho do bem, um resgate. O CD, financiado pelo Financiarte, terá show de lançamento no dia 8 de julho, às 21 horas, no Teatro do SESC. O ingresso custa R$ 5 e está à venda na loja Verse (Av. Julio de Castilhos, 2677, São Pelegrino). Ao comprar a entrada, ganha-se um exemplar de Incólume.

A proposta de JL com o álbum é mudar a imagem que o público tem sobre o rap e alcançar mais pessoas. Assim, o show de lançamento também terá um formato inovador, com banda. Ao lado de JL estarão os músicos Carlos Balbinot, Diego De Toni, Izac Zaccani, Fabio Kalifa, Neimar Faria, Diego Viecelli e João Gregol. Entre os instrumentos presentes no lançamento estão o saxofone e o violino, tradicionalmente encontrados na música clássica. Vinicius Opi assume o vocal.

Rimas

Incólume apresenta 13 faixas inéditas que tratam sobre interesses dos jovens, festas e diversão, além de promover uma reflexão social, por meio de temas como a inflação e a corrupção. Por fim, o CD fala sobre o que JL viveu e o que almeja para o futuro.

Dentre as faixas, o rapper destaca “Eu quero”, música que conquistou diversas pessoas, inclusive que não ouviam rap. O artista acredita que a abrangência alcançada se deve ao refrão mais melódico, à música instrumental e também à letra, que reflete sobre o que se deseja para a vida.

CD

O disco é uma produção de Lucas Pombo e conta com a participação dos Mc’s Nocivo Shomon, Lucas Dcan, Mike Maidana, Terra Preta, Guido CNR, Japonês DL e Cadu C. Army. A capa é assinada por Guilherme Nerd. O álbum custa R$5 e pode ser adquirido diretamente com o rapper pelo e-mail jotalrs@gmail.com, e nas lojas Virtual Music, no Shopping Prataviera, e Verse.

Sobre JL

O caxiense João Luiz Debastiani, o JL, era um adolescente bastante ligado ao futebol, e devido ao esporte ficou oito meses engessado. Nessa fase, aos 13 anos, identificou-se com a música e começou a tocar. Integrou uma banda com influências de hardcore e punk rock, até que passou a interessar-se pelo rap. Entre suas influências estavam os Beast Boys e a banda Planet Hemp, liderada por Marcelo D2. A partir do gosto que desenvolveu pelo estilo e também por gostar de escrever poemas, JL montou um grupo de rap com um amigo, que cantava suas letras. Após o falecimento do amigo, JL também passou a cantar e rimar.

Em 2007, o rapper lançou seu primeiro álbum, intitulado Minha fé, minha rima, primeiro CD de rap aprovado pelo Financiarte em Caxias do Sul. Em 2010, lançou sua segunda obra, dessa vez com banda, o CD Eu vivo para rimar. O terceiro álbum foi lançado em 2012, primeira obra independente. Eu assino teve quatro mil cópias vendidas “de mão em mão” e, dessa forma, chegou até cidades como Olinda e Rio de Janeiro. Por meio do álbum, JL também estreou o videoclipe da faixa Eu vim até aqui na MTV. Em junho de 2016, o artista abriu o show do consagrado grupo de rap Racionais MC’s, na última sexta-feira, 17. No dia 29, abre o show de Marcelo D2, em Caxias do Sul.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s