Prêmio da Música da Serra Gaúcha revela indicados

Entre os 49 trabalhos inscritos, 24 foram selecionados pela comissão julgadora para concorrer às categorias principais

Comissão julgadora 2016

A comissão julgadora do Prêmio da Música da Serra Gaúcha já definiu os indicados para as categorias principais. O projeto teve 49 trabalhos fonográficos inscritos, e 24 deles figuram entre os indicados para os troféus nas categorias principais, que serão distribuídos no dia 21 de julho, no UCS Teatro, em Caxias do Sul.

O diretor artístico do Prêmio, Le Daros, explica que o envolvimento dos membros da comissão julgadora na análise dos trabalhos inscritos foi fundamental para elencarem os finalistas, com muito debate sobre os méritos das diversas obras participantes. “Os indicados representam muito bem a qualidade artística da produção musical de nossa região”, conclui, lembrando que vários trabalhos de qualidade não ficaram entre os selecionados, especialmente na categoria rock, que recebeu o maior número de inscrições.

Trabalhos indicados ao Prêmio nas categorias principais:

Álbum música regional (que inclui os subgêneros nativista, gaúcho e sertanejo):

Das Vezes que Pensei Escrito (Fábio Soares)

Meus Recuerdos (Grupo Canteriando)

De Alma Aberta (Rodrigo Morales)

Na Estrada (Valdir Verona)

Álbum rock (que inclui os subgêneros rock, blues, punk e metal):

All Quiet, All Dead (Keep Them Blind)

Cellophane (Mindgarden)

Underload (Underload)

Flor Lilás (Velho Hippie)

Híbridos (Volux)

Álbum pop (que inclui os subgêneros pop, reggae, soul e funk):

Voa (Dr. Hank)

Lady Zion (Marciah Novello)

Apollo (Rafael Poletto)

Álbum rap:

Autoestima (Erreap)

Eu Assino (JL)

15 anos – Poetas Divilas (Poetas Divilas)

Álbum MPB (que inclui os subgêneros MPB, samba e pagode):

As Estações (Cardo Peixoto)

Muito Além da Paz (Dan Ferretti)

Fim de Ciclo (Guto Agostini)

Amô (Pietro Ferretti)

Álbum instrumental:

Ária Trio II (Ária Trio)

Sociedade das Aventuras Fantásticas (De Ros)

Duo de Viola e Acordeon (Valdir Verona e Rafael de Boni)

Magabarat (Magabarat)

Às Pampas (Yangos)

Categorias complementares:

Os vencedores dos prêmios de melhor álbum do ano, instrumentista, vocalista/intérprete, produtor musical, projeto gráfico e artista/banda revelação de 2015 serão conhecidos na data de entrega do Prêmio. O homenageado da premiação já foi definido, e será revelado em breve.

Comissão julgadora:

O trabalho da comissão julgadora avaliou os álbuns participantes em aspectos técnicos, de composição e execução, e em quesitos como qualidade de gravação e relevância no mercado atual. Conheça os jurados:

Frank Jorge: músico e compositor natural de Porto Alegre, já teve composições gravadas por bandas como Pato Fu, Ira, Tony Platão, Wander Vildner, Hard Working e Garota Verde, além de ter fundado e participado de diversas bandas, entre elas Os Cascavellettes, Cowboys Espirituais e Graforreia Xilarmônica. Formado em Letras pela PUC e em Radialismo pelo SENAC, já trabalhou em produtoras de áudio e na produção e apresentação dos programas Radar, na TVE-RS, e Crocâncias Diversas, na Rádio Ipanema FM. É especialista em Docência no Ensino Superior, mestrando no Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação e coordenador e professor no curso de Tecnólogo de Produção Fonográfica na UNISINOS.

Fábio Alves: é contrabaixista da Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul e da Orquestra UNISINOS/Anchieta. Bacharel em Contrabaixo Acústico pela UFRGS, é professor de contrabaixo acústico e elétrico e de conteúdo musical teórico. Já participou do Double Bass Symposium na University of Geórgia e de festivais de música erudita como o Festival SESC de Música, a Oficina de Música de Curitiba, o FEMUSC e o Festival de Inverno do Vale Vêneto – UFSM. Também atua em diversos gêneros da música popular. Já circulou e registrou seu trabalho com grupos e bandas como Cartel, Lucille, T-Rox e Akashic. Gravou com Oscar dos Reis, Matheus Kleber e Éder Bergozza, além de compor trilhas sonoras para produções audiovisuais.

– Luiz Ortiz: bacharel em Música com habilitação em Violão Erudito pela UFRGS, possui especialização em Gestão de Políticas Públicas de Cultura na Área de Produção Cultural. Participou de diversos cursos de extensão e já foi docente do Curso Fundamental de Música da Sociedade de Cultura Musical e Pró-reitoria de Extensão e Relações Universitárias da Universidade de Caxias do Sul, em cursos livres de violão, guitarra, teoria e harmonia musical, oficinas e workshops. Também ministrou disciplinas no curso de Licenciatura em Música e na extensão em Improvisação na Música Popular, na Universidade de Caxias do Sul, entre outros.

– Tiago Garziera: jornalista formado pela UNISINOS, é diretor de cultura da Secretaria de Cultura de Bento Gonçalves. Atuou por 10 anos como colunista de música e editor do caderno de cultura Sete Dias, do Jornal Pioneiro, de Caxias do Sul. Também já foi repórter e editor nos jornais Domínio da Notícia e A Semana, de Farroupilha, e repórter nos jornais Gazeta em dia, Diário de Bento e JBG, em Bento Gonçalves.

Patrícia Pereira Porto: coordenadora e professora do Curso de Licenciatura em Música da Universidade de Caxias do Sul. É doutora em Letras pela UCS, mestre em Memória Social e Patrimônio Cultural e bacharel em Violão pela Universidade Federal de Pelotas. Tem atuado como violonista e contrabaixista, com ênfase em música de câmara e bandas de rock/metal. Destacam-se entre seus projetos musicais o Violando…, grupo camerístico de violões com influências de rock progressivo e música erudita; o Cantos a la Noche, em parceria com a soprano Carla Domingues e o violonista Windsor Osinaga; e a participação como contrabaixista na banda de dark metal M26, que lançou o CD Misantropia em 2014.

Prêmio

O Prêmio da Música da Serra Gaúcha foi criado para reconhecer e destacar os trabalhos fonográficos produzidos por artistas da Serra Gaúcha entre 2013 e 2015, além de promover a integração regional. A iniciativa é composta pelo jornalista e músico Ricardo Tonet Dini, diretor do projeto, e o produtor musical Leandro Daros, diretor artístico, com produção cultural de Caliandra Troian.

O evento é uma realização de Musicaxias Produções financiada pelo Financiarte, da Prefeitura de Caxias do Sul. Saiba mais no site www.pmsgoficial.com.br e na fan page www.facebook.com/pmsgoficial.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s