Incomum…mas compreensível

Corso, João, André e Vini
Corso, João, André e Vini – FOTO: Karla Castro

por Ricardo Dini

Incomum foi o que aconteceu na noite do dia 06 de março. Show de música própria e casa lotada. Como assim? Banda de rock autoral e uma fila com 30 metros de comprimento. Isso mesmo. E digo mais: na Serra Gaúcha, em Caxias do Sul, no segundo pólo metal mecânico do Brasil! Pasmem! Os responsáveis pelo feito se chamam Vinícius Lima, João Pedro Mantesso Peres, André Quadros e Douglas Corso. Juntos eles são a Zava (até ano passado chamada Projeto Radiofônico).

A noite de sexta-feira estava clara na Estação Férrea, devido à caprichada iluminação da cidade baixa” dos gringos. Esperando para entrar estavam meninas estilosas, com trajes coloridos e ousados, ao lado de metaleiros cabeludos, roqueiros casuais e universitários do jornalismo, direito, publicidade e o escambau. Dentro do bar, um clima diferente. A nova iluminação deixou o ambiente mais vívido, colorido.

A tradicional demora pra banda subir ao palco nos shows noturnos torna-se tolerável quando se está bem acompanhado, pobre de quem vai sozinho apenas para curtir a apresentação e se obriga a assistir Simpsons no telão.

Mas a compensação veio logo, quando a Zava subiu no palco. Com um manequim ao lado e dois holofotes virados para o público, os guris abriram a noite com a desafiadora “Leia um Livro”, do CD demonstrativo “O Ponto”.

O restante do show seguiu na mesma linha. Explosivo. Eufórico. Vibrante. Com as batidas da bateria em sincronia ao piscar dos holofotes. Conclui-se que a banda está pronta. Com composições maduras, bem construídas, letras inteligentes, boa performance ao vivo, material gráfico impecável e boa divulgação torna-se compreensível a conquista de um público fiel e admirador.

Um destaque que se deve ressaltar é que os quatro integrantes são caricatos em suas características estéticas, o que é muito bom para uma banda de rock. O João e o André com seus cabelos, o Corso e a cartola e o baixinho do Vini cantando tão bem!

*Aprofunde-se no que vale a pena: www.myspace.com/bandazava

Anúncios

5 comentários sobre “Incomum…mas compreensível

  1. tchello disse:

    A Projeto é uma baita banda, está pronta há tempos. E com certeza é de admirar show de banda independente com tanto público. Mas como diriam no Gugu: ‘eles merecem!”

  2. Estava lá e digo: foi o melhor show da Zava que já presenciei, se os próximos mantiverem esse ritmo o significado será claro: estão prontos.

  3. seu maquinista disse:

    PS.
    o vagão não estava de dono novo não… a iluminação foi obra da gurizada da bob shut, outra banda profi pra caramba e parceiria, do bar e da ZAVA.

    as coisas funcionan quando se fa trabalha duro, e quando se é proficional e parceiro…

    E simpisons é do caralho…duro é aguentar os mesmos clipes empoeirados 10 anos!!
    vlw

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s